GRANDES ESTRUTURAS: cobertura espacial

Atualizado: Set 16

Conheça um pouco sobre a cobertura espacial


Escrito por Isamara Coelho Neves, Júlia Araújo Camargo e Karolayne Gonçalves Cota sob orientação dos professores Alcino de Oliveira Costa Neto e Iara Ferreira de Rezende Costa.


As estruturas metálicas são um sistema de sustentação composto por perfis metálicos. Inicialmente o ferro fundido era considerado a principal matéria prima desse tipo de estrutura, mas ao decorrer do tempo o mesmo foi substituído pelo aço, material mais utilizado na atualidade.


Elas podem ser aplicadas em diversos tipos de projetos e têm como uma das principais vantagens a rapidez, já que permitem a execução de várias etapas do processo construtivo em paralelo devido a seus perfis não serem produzidos em campo.


Um tipo de estrutura metálica que se diferencia bastante das convencionais são as espaciais ou também chamadas treliças espaciais. Amplamente utilizadas em coberturas de edificações, apresentam uma repartição dos esforços mais favorável para estabilidade e rigidez do conjunto. O que as tornam diferentes das convencionais é que nestes tipos de estruturas, quando acontece um colapso em um dos elementos, o esforço solicitante automaticamente reparte-se entre os demais elementos do sistema estrutural. Já nas convencionais são as terças, travamentos, entre outros que são responsáveis por resistirem, independentemente, aos esforços neles aplicados (MALITE, 2005).


No caso específico das estruturas metálicas espaciais de cobertura, existem aspectos diferenciados de projeto que devem ser mencionados. Devido a seus arranjos geométricos poderem ser feitos associados a fatores como formas, pontos de apoio e sistemas de conexões aplicados, seu emprego se dá quando há uma necessidade de grandes áreas livres, tais como ginásios, hangares, centros de exposição e edifícios industriais. Nestas condições, esse tipo de estrutura se torna uma ótima opção devido a sua facilidade de fixação de instalações e sua liberdade arquitetônica.


Dois importantes exemplos de construção em que há a cobertura espacial, são o Aeroporto de Zagreb, na Croácia, e o Centro Esportivo BIT, na China, recentemente inaugurados.


Figura 1 - Aeroporto de Zagreb

Fonte: ArckDaily, 2020.

O aeroporto conta com um grid espacial de curvatura dupla composta de 26.000 peças metálicas que, devido a sua curvatura especial, possuem diferentes comprimentos, conectadas em 6.100 vínculos esféricos específicos.


Figura 2 - Centro Esportivo BIT

Fonte: ArckDaily, 2020.


Já o Centro Esportivo BIT possui uma complexa estrutura espacial, a qual se deixa ver pela rica trama de painéis de alumínio que compõe a superfície do forro.

Gostou do nosso post?!


Curta, comente e compartilhe com os seus amigos!

REFERÊNCIAS


­AEROPORTO de Zagreb / Kincl + Neidhardt + Institut IGH. ArckDaily, 2020. Disponível em: https://www.archdaily.com.br/br/882870/aeroporto-de-zagreb-kincl-plus-neidhardt-plus-institut-igh?ad_medium=gallery. Acesso em: 15 set. 2020.

CENTRO Esportivo BIT / Atelier Alter Architects. ArckDaily, 2020. Disponível em: https://www.archdaily.com.br/br/947317/centro-esportivo-bit-atelier-alter-architects. Acesso em: 15 set. 2020.

MALITE, M.; SOUZA, N. A. Análise do projeto de estruturas metálicas espaciais: ênfase em coberturas. Cadernos de Engenharia de Estruturas: São Carlos, 2005. Disponível em: http://www.set.eesc.usp.br/cadernos/nova_versao/pdf/cee27_27.pdf. Acesso em: 15 set. 2020.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS. Estrutura de cobertura metálica em malha treliçada espacial. Belo Horizonte, [20--]. Disponível em: https://repositorio.ufmg.br/handle/1843/BUOS-APPGGU. Acesso em: 15 set. 2020.

17 visualizações

Todos os direitos reservados ao Projeto de Extensão Construção +