Extintores de incêndio: saiba como e onde usar

Atualizado: Mai 30

Escrito por Igor Queiroz de Souza sob orientação dos professores Alcino de Oliveira Costa Neto e Iara Ferreira de Rezende Costa.


O fogo tem um alto poder de destruição, e isso nos leva a querer evitar sua ignição descontrolada ou que, pelo menos, estejamos prontos para controlá-lo rapidamente. Os incêndios que não são capazes de serem controlados rapidamente, acabam ocasionando danos catastróficos à bens materiais e algumas vezes à vida (SALDANHA, 2017).


Os extintores de incêndio são equipamentos que contém agentes extintores e possuem a finalidade de combater princípios de incêndio (ABNT, 1993). A utilização desses equipamentos nas edificações, decorre da necessidade de se combater um incêndio imediato, enquanto são pequenos focos (SÃO PAULO, 2011). Estes equipamentos são de fácil manuseio e podem ser utilizados por qualquer pessoa que possua um treinamento básico (CEO, 2017).


Figura 1 - Extintores de Incêndio

Fonte: Pro Junior, 2019.


Existem vários tipos de extintores de incêndio, sendo que cada um apresenta uma substância diferente em sua composição, servindo assim para diferentes classes de incêndios. A classificação dos extintores é feita de acordo com o agente extintor, o princípio de extinção e o sistema de expulsão, conforme apresentado na Tabela 1 (ABNT, 1993).


Tabela 1 - Classificação dos extintores segundo o agente extintor, o princípio de extinção e o sistema de expulsão

Fonte: ABNT, 1993. Adaptado.


Os materiais combustíveis queimam de modos diferentes e, portanto, é importante conhecê-los para uma melhor compreensão dos incêndios e como combatê-los. Os fogos podem ser classificados conforme o tipo de material (ABNT, 1993):


a) fogo classe A: fogo envolvendo materiais combustíveis sólidos, tais como madeiras, tecidos, papéis, borrachas, plásticos termoestáveis e outras fibras orgânicas, que queimam em superfície e profundidade, deixando resíduos;




b) fogo classe B: fogo envolvendo líquidos e/ou gases inflamáveis ou combustíveis, plásticos e graxas que se liquefazem por ação do calor e queimam somente em superfície;





c) fogo classe C: fogo envolvendo equipamentos e instalações elétricas energizados;






d) fogo classe D: fogo em metais combustíveis, tais como magnésio, titânio, zircônio, sódio, potássio e lítio.








Existem ainda duas novas classificações de incêndio, sendo elas a classe E, que são fogos nos materiais radioativos ou químicos em instalações médicas e indústrias químicas; e a classe K, que são fogos nos materiais gordurosos usados em cozinhas (óleo, banha, etc.) (BUCKA, 2014).


Para cada tipo de incêndio e material que está em chamas, existe o tipo de extintor adequado para o uso na contenção do incêndio. Portanto, conhecer e identificar o tipo correto, é de suma importância para garantir a eficácia no combate às chamas e evitar acidentes ainda piores. Por exemplo, em um caso de material elétrico em chamas, a água não pode ser usada para combater o fogo, porque é condutora de eletricidade, podendo aumentar o incêndio e os riscos (SÃO PAULO, 2011; G1, 2013).


É demonstrado na Tabela 2 a utilização correta de cada tipo de agente extintor para cada classe de fogo, o qual “V” significa em que o extintor pode ser usado e “X” onde o extintor não pode ser usado.


Tabela 2 - Utilização correta de agentes extintores para cada classe de fogo

Fonte: Saúde e segurança no trabalho, 2016. Adaptado.


Existem ainda, algumas observações que devem ser analisadas referentes ao uso adequado do tipo de extintor. Na Tabela 3 é mostrado algumas observações importantes na utilização desses extintores.


Tabela 3 - Observações no uso de extintores

Fonte: Saúde e segurança no trabalho, 2016. Adaptado.


Gostou do nosso post?!


Curta, comente e compartilhe com os seus amigos!

REFERÊNCIAS


ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 12.693: sistemas de proteção por extintores de incêndio. Rio de Janeiro: ABNT, 1993.


BUCKA. Classes de incêndios e seus extintores. Disponível em: https://www.bucka.com.br/classes-de-incendio-e-seus-extintores/. Acesso em 26 abr. 2020.


CEO. Extintor de incêndio o que você precisa saber. Condomínio em ordem. Disponível em: https://www.condominioemordem.com.br/extintor/ Acesso em 26 abr. 2020.


G1. Saiba como usar o extintor correto para cada tipo de incêndio. Disponível em: http://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/2013/02/saiba-como-usar-o-extintor-correto-para-cada-tipo-de-incendio.html. Acesso em 26 abr. 2020.


PRO JUNIOR. Combate a incêndio: os diferentes tipos de extintores. Disponível em: https://projunior.com.br/combate-a-incendio-os-diferentes-tipos-de-extintores/. Acesso em 26 abr. 2020.


SALDANHA, A. H. S. Desenvolvimento de sistema de gerenciamento de manutenção de extintores de incêndio. 2017. Disponível em: https://repositorio.ufrn.br/jspui/bitstream/123456789/23783/1/ArturHenriqueSouzaSaldanha_DISSERT.pdf. Acesso em: 27 abr. 2020.


SÃO PAULO. Governo do Estado de São Paulo. Cartilha de orientações básicas. Noções de prevenção contra incêndio - dicas de segurança. Polícia Militar do Estado de São Paulo, Corpo de Bombeiros. 2011. Disponível em: https://web.archive.org/web/20151011004355/ http://www.corpodebombeiros.sp.gov.br/internetcb/Downloads/Cartilha_de_Orientacao.pdf. Acesso em: 26 abr. 2020.


SAÚDE E SEGURANÇA NO TRABALHO. Classificação dos incêndios e dos agentes extintores. 2016. Disponível em: http://saudeesegurancanotrabalho.com/combate-incendio/classificacao-dos-incendios-e-dos-agentes-extintores.htm. Acesso em 26 abr. 2020.

54 visualizações

Todos os direitos reservados ao Projeto de Extensão Construção +