Dia Mundial da Água e do Engenheiro Hídrico

Atualizado: Abr 18

Escrito por Dayanne Caldeira Martins sob orientação dos professores Alcino de Oliveira Costa Neto e Iara Ferreira de Rezende Costa.


Você sabe o que se comemora no dia de hoje? Não?!


Então fique por dentro com o Construção +.


Hoje dia 22 de Março, é comemorado o Dia Mundial da Água e também o Dia do Engenheiro Hídrico.


A água é o bem natural mais precioso para a vida do ser humano, e esse dia foi criado com o objetivo de colocar em discussão assuntos importantes relacionados a esse recurso natural. A data foi indicada na Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento em 1992, que passou a ser comemorada no ano seguinte, onde a cada ano, um novo tema vem sendo escolhido, e nesse ano de 2020 o tema é “Água e mudanças climáticas”.


E um dos profissionais que cuida desse bem natural é o Engenheiro Hídrico, o qual é responsável por cuidar da exploração eficiente e consciente, do planejamento de utilização e da gestão dos recursos hídricos, sempre considerando os aspectos ambientais, sociais, políticos e econômicos.


E na construção civil, como utilizamos e cuidamos desse bem natural nos canteiros de obras e nas edificações?


Na construção civil, a água é um material que influencia na qualidade e segurança da obra. Ela é usada em quase todos os serviços de engenharia, às vezes como componente nos concretos, argamassas e na compactação dos aterros ou como ferramenta nos trabalhos de limpeza, resfriamento e cura do concreto.


Nos canteiros de obras sustentáveis ou nas edificações, é comum a instalação de sistemas capazes de captar a água pluvial, ou seja, a água proveniente da chuva. Essa água coletada, deve ser destinada para fins não potáveis, como diminuir a poeira ou realizar a limpeza geral da obra, assim como a limpeza de veículos, ferramentas e alojamento. Já nas edificações, essa água pode ser utilizada na lavagem de pisos e até mesmo na irrigação de jardins, reduzindo o consumo de água potável.


Para realizar esse tipo de sistema, precisamos nos atentar às normas regulamentadoras, como a NBR 15527 que dispõe sobre o aproveitamento de água de fontes pluviais para fins não potáveis, a NBR 10844 sobre as instalações de águas pluviais e a NBR 5626 que dispõe sobre as instalações de água fria.


Ao projetar as edificações, as instalações devem ser planejadas de forma estratégica. As torneiras e chuveiros, por exemplo, podem contar com redutores de vazão, temporizadores, sensores de uso, sistemas de pressão e arejadores, além disso a água da pia pode ser destinada à descargas, pois assim estamos reutilizando o que chamamos de água servida, pois esses métodos podem proporcionar uma economia de 20 a 40% da água potável.


Outra medida é a utilização do sistema dual flex nas bacias sanitárias, pois é possível reduzir até 60% do consumo de água em relação aos sistemas tradicionais que utilizam a válvula de descarga. Esse mecanismo, existente na caixa de descarga acoplada, permite a escolha do fluxo de água, onde para líquidos gasta-se aproximadamente 3 litros e para sólidos o consumo chega a 6 litros.


Portanto, sabemos que não basta apenas adotar sistemas eficientes, é preciso adotar ações de conscientização dos futuros usuários desses sistemas.


Gostou do nosso post?!


Curta, comente e compartilhe com os seus amigos!

7 visualizações

Todos os direitos reservados ao Projeto de Extensão Construção +