CONCRETO RECICLADO, você já ouviu falar?

Escrito por Eduarda Matos sob orientação dos professores Alcino de Oliveira Costa e Iara Ferreira de Rezende Costa.


A construção civil se caracteriza como uma das maiores vilãs para o meio ambiente. Em geral, esse setor que engloba diversas atividades, quase todas não sustentáveis. Por exemplo, o concreto comum, que é o material mais empregado em obras brasileiras, é composto de recursos naturais – água, areia, pedras, além de substâncias calcárias e argilosas. Só a extração excessiva destas matérias-primas já é um grande problema, mas o descarte inapropriado da massa fabricada é o que tem gerado mais impactos negativos contra a natureza e, por tal, pesquisadores tem estudado em alternativas para diminuir esses impactos.


Estima-se que, atualmente, 10% de todo o material que é entregue nos canteiros de obra é desperdiçado devido à deficiência nos processos de construção. De toda essa quantidade de resíduos, 90% poderia ser reciclado. No entanto (e infelizmente), no Brasil, só 5% de todo o entulho produzido passa por um processo assim. Mas, felizmente, estudos recentes apontaram que o concreto é um material que pode ser reciclado, tornando as construções bem mais “eco-friendlies“.


Figura 1: Imagem ilustrativa de concreto reciclado

Fonte: 90TI


Os benefícios disso são inúmeros, principalmente para o meio ambiente. Primeiro, pela redução do uso de recursos naturais. Segundo, pela redução da poluição nas grandes cidades, através de uma menor emissão de gases poluentes na atmosfera. Além de trazer também ganhos econômicos para concreteiras e construtoras.


O concreto pode ser reciclado tanto em seu estado fresco, quanto em estado endurecido. A reciclagem do concreto fresco pode ser feita de duas maneiras, primeiro através de aditivo estabilizador que reduz a velocidade de hidratação do concreto, prolongando o tempo do material em estado fresco ou então, por meio do uso de equipamentos mecânicos conhecidos como “recicladores” que submete o concreto a uma lavagem forçado, com água sob pressão, que separa o cimento dos agregados, obtendo um agregado conhecido como “agregado recuperado”. Já quando o concreto está endurecido, sua reciclagem é feita por um britador especificamente desenvolvido para essa finalidade, que tritura o material.


Figura 2: Imagem ilustrativa de concreto reciclado

Fonte: Civilização Engenheira


Praticamente, todos os tipos podem ser reciclados. As exceções são os especiais, como o pigmentado que, ao ser aproveitado, resultará em um concreto colorido. O mesmo vale para aquele que recebe adições de fibras.


Algumas possibilidades de uso do concreto reciclado são em:

• Aterros;

• Processo de pavimentação;

• Construção de blocos com a finalidade de vedação;

• Artefatos feitos de concreto.


Figura 3: Concreto reciclado sendo utilizado como alternativa para a execução de camadas de suporte (estrutura) de vias com baixo ou moderado tráfego de veículos, em trecho de Guarulhos (SP)

Fonte: MASSACINZENTA




Gostou do post?!

Curta, comente e compartilhe com os seus amigos!



REFERÊNCIAS

90TI. Concreto reciclado: conheça essa iniciativa sustentável. Disponível em: https://noventa.com.br/concreto-reciclado-conheca-essa-iniciativa-sustentavel/


CONSTRUCAOCIVILPET. Concreto Reciclado. Conheça os benefícios da utilização desse material. CIVILIZAÇÃO ENGENHEIRA. 2017. Disponível em: https://civilizacaoengenheira.wordpress.com/2017/12/08/concreto-reciclado-conheca-os-e-beneficios-da-utilizacao-desse-material/


MASSACINZENTA. IPT inova com base de concreto reciclado para rua urbana. 2018. Disponivel em: https://www.cimentoitambe.com.br/massa-cinzenta/ipt-inova-com-base-de-concreto-reciclado-para-rua-urbana/


TAGLIANI, Simone. Sabia que o concreto pode ser reciclado? Descubra como!. ENGENHARIA360. 2018. Disponível em: https://engenharia360.com/sabia-que-o-concreto-pode-ser-reciclado-descubra-como/

25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo