Captação de água da chuva

Escrito por Tatiane Burmann Hirle sob orientação dos professores Alcino de Oliveira Costa Neto e Iara Ferreira de Rezende Costa.


Figura 1 - Sistema de captação de água

Fonte: EJECiv.


Em tempos de escassez hídrica, racionamento e rodízio no abastecimento de água, é fundamental métodos de reaproveitamento deste recurso. É um equipamento economicamente sustentável e seguro utilizado para fins não potáveis como limpeza, jardinagem, irrigação e até mesmo para uso como descarga de vaso sanitário.


Esse sistema consiste em um reservatório que faz a captação e armazenamento da água da chuva. Este processo consiste na instalação de tubulação e cisterna que, juntas, transportam e armazenam água recolhida pelo sistema de drenagem pluvial (telhado e calhas).


São instalados dispositivos auxiliares ao longo da tubulação, como filtro e reservatório de descarte. O filtro tem o intuito de reter folhas, galhos, insetos e outros materiais sólidos que são carreados pela água da chuva. A “primeira água da chuva” é coletada pelo reservatório de descarte e deve ser rejeitada devido à grande quantidade de impurezas não retidas pelo filtro, como poeira, sedimentos e fezes de animais.


Após encher o descarte, a água é encaminhada então para a cisterna, onde fica armazenada para uso posterior. Por fim, é necessário a adição de cloro ou água sanitária, que funciona como um agente desinfetante evitando a proliferação de micro-organismos e mosquitos.

Figura 2 - Esquema de um projeto de captação

Fonte: Google imagens.

Benefícios:

  • Sustentabilidade ecológica nas construções;

  • Diminuir a pressão sobre esse recurso natural;

  • Minimização do risco de enchentes pelo escoamento do alto volume de água nas redes pluviais durante as chuvas fortes, uma vez que parte desta água irá para a cisterna;

  • Instalação segura e com processos estabelecidos pela ABNT NBR 12213 e ABNT NBR15527, a fim de garantir a qualidade da água em seu sistema de aproveitamento de água da chuva;

  • Implantação de um projeto de captação da água da chuva em residência ou condomínio pode representar uma economia de até 50% nos custos finais da sua conta.

Conservação e Tratamento:

  • Limpeza interna do reservatório;

  • Verificar possível rachaduras ou trincas;

  • Limpeza das calhas, tubulações, bicas e filtros;

  • Eficiência no descarte da primeira água da chuva.

IMPORTANTE: A água da chuva não pode ser considerada potável, pois pode conter partículas de poeira, fuligem, sulfato, nitrato, entre outras impurezas. Por essa razão, não é apropriada para consumo humano, apenas voltado para doméstico.


Gostou do post?

Curta, comente e compartilhe com os seus amigos!


Referências:


Disponível em: https://www.cec.com.br// .


Disponível em: https://www.ejeciv.com.br/post/captacao-de-agua-da-chuva-e-sustentabilidade.


Disponível em: https://www.tratamentodeagua.com.br/captacao-agua-da-chuva-economia-55-telhado/ .


EJECiv. Disponível em: //www.ejeciv.com.br/post/captacao-de-agua-da-chuva-e-sustentabilidade.

19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo