ABC DA ENGENHARIA: Qual a diferença entre recalque e recalque diferencial?


Escrito por Thais Mayara Rodrigues Gomes sob orientação dos professores Alcino de Oliveira Costa Neto e Iara Ferreira de Rezende Costa.



Como afirma Milititsky, Consoli e Schnaid (2015), o recalque ou assentamento é o fenômeno que ocorre quando uma construção sofre um deslocamento vertical descendente em decorrência do adensamento do solo abaixo de sua fundação.


Os autores afirmam, ainda, que o recalque acontece na situação em que o contato entre solo e fundação se rompe, fazendo com que a edificação desloque mais que o projetado. Quando este deslocamento ocorre em toda a fundação denomina-se recalque uniforme, recalque total ou apenas recalque, e quando ocorre em apenas uma parte da fundação é chamado de recalque diferencial.


A Figura 1 ilustra esses fenômenos.


Figura 1 – (1) Recalque Uniforme (2) Recalque diferencial

Fonte: E-civil.

É importante salientar que toda obra sofre recalque, porém existe um valor admissível para o mesmo, a partir desse valor o recalque se torna um problema para a construção, podendo afetar a segurança ou o desempenho da estrutura. Uma das principais razões para ocorrência de trincas e rachaduras em edificações é o recalque.

A Figura 2 mostra um famoso caso de ocorrência de recalque no Brasil.


Figura 2 – Recalque em prédios localizados na orla de Santos/SP

Fotos: Amusing Planet


Gostou?


Curta e compartilhe!



REFERÊNCIAS


MILITITSKY, J. CONSOLI, N. C. SHNAID F. Patologia das Fundações. 2ª ed. São Paulo: Oficina de Textos, 2015.

43 visualizações

Todos os direitos reservados ao Projeto de Extensão Construção +